7 melhores práticas de design de interface

Por Luiz Fernando, | Categoria: Desenvolvimento

Hoje é muito comum encontrar pessoas que trabalham com desenvolvimento de software. Muitas dessas pessoas, no entanto, pensam que programar trata-se apenas de criar funcionalidades que resolvam os problemas do cliente.

Porém, produzir uma solução vai muito além disso. Um sistema que seja complicado de aprender ou de usar, que não apresente informações claramente ou mesmo que seja visualmente desagradável pode ser descontinuado rapidamente.

Neste artigo, vamos dar dicas de como planejar um design de interface com qualidade para que os usuários extraiam a melhor experiência possível do software. Confira!

1. Mantenha as coisas simples

É importante saber traçar sempre os caminhos da maneira mais simples possível dentro do seu site ou aplicação, com funcionalidades fáceis de entender e interagir.

Seus usuários não precisam ter um mapa para navegar pelo aplicativo ou pelo site, e faz parte do seu trabalho como um designer de interface guiá-los sutilmente de onde estão para onde eles precisam ir.

2. Planeje uma hierarquia

Trata-se de dar mais visibilidade para o que for mais importante. Pense em atalhos e acessos rápidos para telas e/ou funcionalidades mais relevantes ou mais utilizadas por seus usuários.

O que não quer dizer que tudo mais que não for considerado como prioritário deve ter acessos muito mais complicados: pense em um limite de cliques para realizar uma ação atribuindo menos cliques às ações principais.

3. Tenha um padrão de tipografia

A hierarquia do site ou aplicação deve se apresentar, também, por meio da tipografia utilizada. Procure limitar-se a um máximo de três fontes diferentes, mantendo a harmonia entre as escolhas — podendo variar em tamanhos, cores e estilos.

Contudo, use as variações com um padrão bem estabelecido, aplicando títulos ou mensagens de alerta, por exemplo, sempre do mesmo jeito. Isso facilita a compreensão do usuário sobre o que cada elemento apresentado na tela significa, além de auxiliar no SEO.

4. Aplique cores corretamente

As cores aplicadas no design de interface são muito importantes para uma experiência mais agradável do usuário ao navegar pelo aplicativo ou site. Como na tipografia, estabelecer um padrão aqui é essencial para que o usuário reconheça os símbolos da interface.

É também interessante conhecer a psicologia das cores e entender o que elas podem causar ao usuário no momento do acesso. Mesmo por um aspecto mais estético, as cores tem um papel fundamental para apresentar interfaces agradáveis e bonitas.

5. Dê feedback imediato

Seu site ou aplicação é destinado ao usuário. Portanto, é importante deixa-lo sabendo do que está acontecendo o tempo todo.

Telas de carregamento mostrando quanto ainda falta para finalizar em porcentagem ou em tempo, mensagens de erro informando porque alguma ação não ocorreu da forma esperada ou que está ação foi concluída com êxito, por exemplo, são boas formas de fazer isso.

Tudo o que é executado pelo usuário precisa apresentar resultados claros!

6. Simplifique formulários

As pessoas esperam agilidade ao acessar qualquer site ou utilizar qualquer aplicativo. Se é preciso que o usuário preencha informações em um formulário para cadastro, por exemplo, deve ser possível que ele faça isso da maneira mais simples possível.

Exija apenas dados essenciais, use recursos de dados em cache para dar dicas de autocompletar, aplique um webservice para preencher o endereço a partir do CEP e dê a opção do usuário informar os dados de sua rede social apenas clicando em um botão.

7. O design de interface define a experiência do usuário

Sempre que se planejar o design de interface, é importante pensar no tipo de experiência que se quer proporcionar ao usuário. Essa experiência pode ser decisiva para o sucesso ou não de seu site ou aplicativo, ou mesmo de um produto/serviço que ele queira adquirir a partir do software.

Afinal, uma interface ruim pode prejudicar a jornada do cliente e influenciar nos resultados de seus negócios!

Gostou do nosso artigo? Então assine nossa newsletter e receba alertas de novas publicações em seu e-mail!