Entenda o que é Branding!

Por Andrei W. Müller, | Categoria: Branding

Pense numa marca que possui um valor tão forte e tão enraizado no mercado que as pessoas não se referem a seus produtos, mas ao nome da marca. Agora, você está a um passo de entender o que é branding.

Há quem pense que branding se refere apenas ao conceito de marca, mas é muito mais que isso: é uma gestão, uma estratégia, é agregar valor. É ir além do que a empresa oferece para criar uma identidade e um universo dos quais os consumidores querem fazer parte.

O que é marca?

Por marca muitas pessoas entendem o logotipo da empresa, o que não está totalmente errado, mas também não se resume apenas a isso. A marca representa o que uma empresa é, são seus valores, sua visão e sua missão concentrados na imagem criada para a marca. Ela simboliza como a empresa quer ser vista pelos seus consumidores.

O que é branding?

Branding é definido como gestão de marcas, isso porque se trata de um conjunto de estratégias desenvolvidas por profissionais de marketing e publicidade que visam criar uma percepção que o público tem diante de uma marca.

Exemplos de branding que deram muito certo são as marcas Apple, McDonalds, OMO, Bombril, GoPro, Havaianas, Starbucks etc. Sabe o que elas têm em comum? Construíram nomes tão fortes, passaram uma percepção tão positiva ao consumidor, que o desejo do público não é pelo produto, mas sim por todo o universo da marca.

Por que investir em branding?

Porque com o branding sua empresa deixa de ser apenas mais uma que comercializa determinados produtos e passa a ser algo que entrega valor e experiência ao consumidor.

Por exemplo, se você tem uma loja de acessórios femininos de alto luxo, com uma boa estratégia de branding, você não vende apenas acessórios femininos, você vende a sofisticação, o luxo e o requinte que aquelas peças oferecem a quem usa.

Veja as marcas Swarovski, Vivara e Pandora: elas construíram uma marca que define bem quem é seu público e passam uma sensação à consumidora de que usar um acessório dessas marcas não é apenas usar uma peça qualquer, mas todo o conceito por trás do produto.

Com isso, os preços sobem e a procura pelos produtos aumenta, por haver valor agregado à venda.

Como construir o branding da minha empresa?

A construção do branding é um processo lento, trabalhoso e que começa de dentro para fora da empresa. Para o especialista em branding, Wally Olins, a construção se dá por um processo de 11 etapas básicas. Saiba quais são elas:

  1. Análise dos quatro vetores: trata do estudo do produto, análise do ambiente de vendas, como a publicidade é feita e comportamento dos gestores da marca;
  2. Arquitetura da marca: refere-se a casos em que a empresa e marca são únicas ou quando uma empresa possui marcas diferentes;
  3. Marcas inventadas: trata de marcas que são novidade no mercado ou uma reinvenção;
  4. Qualidade do produto ou serviço;
  5. Interior e exterior da marca: refere-se a convencer os potenciais consumidores a adquirirem e convencer a equipe da empresa a acreditar num ideal;
  6. Diferenciação: é buscar um novo olhar sobre algo que já existe, fazer uma releitura e transformar em um desejo de consumo;
  7. Sair do comum: mais que um diferencial, é preciso romper algumas convenções pré-estabelecidas e ser revolucionário;
  8. Minimizar os riscos: refere-se a pesquisar sobre o mercado, o público, as tendências e mensurar dados já alcançados;
  9. A promoção: não adiantar ter uma marca se não divulgá-la, é preciso pensar na publicidade/promoção;
  10. Distribuição: conheça o potencial de exploração do mercado, a capacidade de produção da sua empresa e tenha uma boa logística para atender todos os pontos de venda;
  11. Coerência e clareza: a coerência se refere a manter uma unidade entre a empresa, a imagem e o discurso, a clareza está baseada na sensação de confiança, na percepção que é passada ao público.

Entender o que é branding é o primeiro passo para posicionar sua marca no mercado, mas há muito mais a descobrir. Deixe suas dúvidas e opiniões nos comentários, vamos começar um bate papo construtivo. Participe!