Jornada do cliente: o que é e como funciona no Marketing de Conteúdo

Por Andrei W. Müller, | Categoria: Marketing Digital

Os hábitos de compra mudaram radicalmente nos últimos anos. As tradicionais táticas de marketing, que consistem em impactar o público constantemente com as vantagens dos seus produtos, não são mais tão eficientes. O consumidor busca cada vez mais se informar sobre o que quer comprar. E qual o papel da marca neste novo cenário?

Para solucionar esta questão, foi desenvolvido o conceito de jornada do cliente. Ao utilizá-lo, a empresa alcança uma melhor abordagem para obter resultados superiores nas vendas. Isso significa impactar positivamente as pessoas preparadas para comprar ao mesmo tempo em que outras conseguem acessar um conteúdo de qualidade para se informar.

O que é a jornada do cliente?

Todo cliente em potencial passa por essa jornada. Dificilmente o seu cliente terá consciência de que está neste ou aquele estágio. As etapas a seguir servem para que você se organize em relação às estratégias desenvolvidas para maximizar seu potencial de sucesso. Afinal, não faz sentido tratar todas suas fatias de público como se fosse uma só.

A jornada do cliente se divide em 4 partes:

1. Aprendizado

Nesta etapa da jornada do cliente, ele procura reconhecer os fatores de um problema pelo qual está passando. Utiliza a internet para buscar conteúdo relacionado e que possa ajudá-lo, preferencialmente um material gratuito e de fácil entendimento (tutoriais, posts em blogs, vídeos, ebooks, etc.). Exemplo: o cliente acorda todos os dias com dores no pescoço e procura na internet quais as possíveis causas para esse sintoma.

2. Consideração

Nesta parte da jornada, seu cliente está focado em soluções. Ele procura um material mais prático capaz de ajudá-lo. Os materiais mais recomendados são os guias e ebooks avançados. Exemplo: agora seu cliente já sabe que a causa das dores no pescoço é o travesseiro que utiliza para dormir. A partir desse ponto ele vai procurar uma solução para isso, ou seja, pretende adquirir um novo travesseiro.

3. Decisão

O seu cliente em potencial está cada vez mais perto de fechar a compra. Nesta fase, ele avalia possíveis soluções para o problema, que ele aprendeu no estágio anterior. Exemplo: o cliente já sabe qual é o travesseiro ideal para ele, agora só falta escolher entre as marcas e modelos disponíveis no mercado. Neste momento o consumidor procura por experiências de outros compradores para decidir qual é o melhor produto.

4. Ação

O cliente está pronto para adquirir seus produtos e serviços. Ele já se educou o bastante sobre suas necessidades e pode fazer um negócio mais apurado. Você pode começar a oferecer a sua empresa como solução ideal para ele. Exemplo: nesta última etapa, o cliente efetua a compra do travesseiro e, posteriormente, pode tornar-se um cliente fiel da loja e adquirir outros produtos.

Por que usar a jornada do cliente?

Ao trabalhar com foco em conversão, você precisa ter o máximo de informações possíveis a respeito do seu potencial comprador. Isso significa saber se ele está disposto a comprar de você ou se ainda não está pronto para isso. O conceito da jornada do cliente foi desenvolvido para posicionar seu público nos pontos certos para, depois, conseguir impactá-los com uma comunicação eficiente.

Cada vez mais empresas estão destinadas a verem seus números de vendas caírem se não se adaptarem a este novo momento. Lembre-se que os seus concorrentes podem já estar trabalhando com estes conceitos inovadores. Ainda dá tempo de fazer uma renovação e começar a trabalhar com foco em conversão, aproveitando os melhores mecanismos do Marketing Digital.

Não fique para trás quando o assunto for inovação na publicidade da internet. Assine a nossa newsletter e receba mais informações valiosas em primeira mão!