Plano de Marketing para PMEs: por que e como fazer

Por Andrei W. Müller, | Categoria: Marketing Digital

Muitas PMEs enxergam no plano de marketing um caminho para expandir o seu alcance e potencializar os resultados.

Quem negligencia o poder do marketing, em especial o marketing digital e suas diversas possibilidades, tende a ser passado para trás rapidamente pela concorrência e também deixado de lado pelos clientes.

Nesse sentido, podemos dizer que o plano de marketing é o primeiro passo para quem deseja construir uma estratégia empresarial sólida e que possa levar a proposta da empresa para os consumidores de forma eficiente.

Exatamente para mostrar como isso pode ser feito, listamos uma série de dicas para ajudar a sua empresa nessa missão. Confira!

Entender quem é o seu público

Por mais óbvia que pareça essa dica, diversas empresas pecam ao colocar isso em prática, o que gera perda de tempo e de dinheiro.

Algumas delas acham que, por terem nos seus estoques produtos para diversos públicos, devem “atirar para todos os lados” e não focar na segmentação.

Seja nesses casos ou naqueles que em que o perfil do consumidor é mais específico, saber exatamente com quem você deseja falar é fundamental para estruturar um plano de marketing que possa gerar bons resultados.

Para as PMEs isso é ainda mais importante, já que, por possuírem valores menores para investir, qualquer desperdício tem que ser evitado ao máximo.

Integrar diversos profissionais

Poderíamos falar em integração de setores, mas como muitas PMEs possuem um ou dois funcionários para cada função, é mais fácil falar como a troca de experiência entre eles pode ser importante na hora de elaborar um plano de marketing.

As pessoas responsáveis pela venda e pelo atendimento podem passar informações valiosas para os profissionais da área do marketing terem mais embasamento para elaborar as suas ações.

Ao focar em exemplos reais e em uma continuidade desse feedback — como pela realização de reuniões seguidas para esse fim — é possível construir um plano de marketing muito mais sólido.

Mapear a concorrência

Independentemente do nicho, a concorrência sempre vai existir. Dentro do plano de marketing é preciso considerá-la como um elemento desafiador, e não como uma espécie de inimigo.

Essa interpretação permite entender o que está atraindo a atenção do público e também despertar a criatividade necessária para elaborar ações que sejam benéficas ao seu negócio.

É preciso considerar que o processo de pesquisa é natural e muito saudável para os consumidores, tendo em mente que os mecanismos de busca facilitaram muito esse processo.

A boa notícia é que você pode utilizá-los também, inclusive como uma espécie de simulador para entender o que chama mais a atenção do cliente.

Aplicar as informações reunidas

Nada melhor do que exemplos para entender na prática como um plano de marketing deve ser feito.

Para isso, podemos reunir as informações já citadas e agregar outras que também contribuem para o contexto. Sendo assim, imagine a seguinte situação: a empresa X definiu os valores que pretende passar ao público e uniu a uma descrição completa dos seus produtos e serviços. Após essa ação, analisou os pormenores do mercado e identificou o seu público-alvo e as ações da concorrência.

Com esses dados no papel, conseguiu criar uma estratégia consistente de precificação e ofertas promocionais, buscando oferecer as melhores condições para a compra e também um suporte pós-venda qualificado, o que será um diferencial competitivo e ajudará a ganhar destaque junto aos clientes.

Contar com ajuda especializada

As imensas possibilidades que o marketing apresenta exigem um bom conhecimento dos diversos elementos que fazem parte dele. Como gerenciar uma empresa exige muitas horas de dedicação, pode faltar tempo para focar nas ações de marketing.

Uma boa saída para esse problema é contratar uma agência especializada para ajudar a elaborar o plano de marketing.

Os profissionais de uma agência têm a experiência necessária, incluindo vários cases de sucesso, trazendo à sua empresa a chance de alçar voos maiores — afinal, o negócio terá toda uma estrutura trabalhando a favor dele.

Quer saber mais sobre a importância de contratar uma agência full-service? Confira as dicas que listamos neste artigo e saiba tudo sobre o assunto!