Quais métricas de marketing são realmente importantes?

Por Andrei W. Müller, | Categoria: Marketing Digital

Para montar uma estratégia de marketing de sucesso, é preciso conhecer as métricas mais importantes para a sua empresa. Esse conhecimento evita que se gaste em meios de divulgação e não se saiba de forma exata qual o retorno que isso está trazendo.

Quando falamos nas métricas de marketing que realmente são relevantes, estamos nos referindo a indicadores capazes de trazer dados relevantes. Por isso, é essencial evitar as chamadas métricas da vaidade, já que essas não estão alinhadas com a geração de oportunidades.

Certamente, você está querendo saber quais são essas métricas de marketing tão importantes. Pois é exatamente isso que está detalhado abaixo. Prossiga a leitura e descubra!

Leads e taxa de conversão

Em uma definição clássica, os leads são os visitantes do seu site ou usuários de mídias sociais que mostraram interesse pelo conteúdo que você produz.

Essa é uma métrica muito importante, já que traz um panorama de quantas pessoas estão aptas a se tornar um cliente cujo interesse pode ser convertido em venda.

Uma dica para tirar melhor proveito disso é não olhar somente o número total de leads, mas sim a média de visitantes que se tornam leads — o que no marketing digital é conhecido como taxa de conversão.

A explicação para isso reside na velha máxima de que quantidade não é qualidade. Pouco adianta ter muito tráfego se a taxa de conversão for baixa. Quando isso acontece, é sinal de que algo está errado na sua estratégia.

Alguns dos erros mais comuns são falta de segmentação (atrair visitantes sem o perfil desejado), jornada de compra difícil, site com problemas técnicos (velocidade, carregamento etc.) e escassez de informações mais detalhadas sobre serviços ou produtos.

Assim sendo, é sempre pertinente buscar um equilíbrio entre o crescimento do número de visitantes e a taxa de conversão.

Oportunidades e taxa de conversão

Os chamados “leads oportunidades” são os que, depois de uma criteriosa análise, apresentam uma forte indicação de fechamento de negócio. Quando se chega a essa etapa, o lead está mais informado sobre a sua empresa e já manifestou interesse no seu produto ou serviço.

Essa é umas das métricas de marketing mais significativas, pois apresenta oportunidades e direciona para uma abordagem mais direta para as vendas. Ela representa também o início de um relacionamento que pode durar muito tempo.

Assim como no tópico anterior, é válido citar a importância de olhar a média de leads que, de fato, se tornaram uma oportunidade e não somente o número total deles.

Custo por Lead (CPL)

Como já nos indica o nome, o Custo por Lead (CPL) demonstra o quanto custou cada lead gerado. A forma de chegar a esse número é simples, bastando dividir a quantia investida na estratégia digital pelo número de leads gerados.

Ter esses dados é fundamental para criar estratégias que possibilitem diminuir o custo de um lead. Ou seja, mais do que ter essas informações, é preciso utilizá-las em benefício da sua empresa.

Além disso, evita-se o grande risco de não saber o real retorno que cada ação tem — o que pode ser bastante prejudicial e favorecer a perda de tempo e de dinheiro.

Número total de visitas

Apesar de já termos falado sobre a importância de ir além de métricas de números absolutos como o total de visitas, isso não significa que elas não sejam relevantes. Pelo contrário, dados como esses são um bom objeto de análise.

Para medir o número total de visitas você não precisa fazer nada muito elaborado. As tradicionais ferramentas de análise apresentam esse recurso, gerando relatórios com essas informações.

Aliado a outras métricas citadas, o número total de visitas ajuda a ter um panorama mais completo sobre os resultados da sua estratégia.

Número de visitas recorrentes

A quantidade de visitas recorrentes também está dentre as métricas de marketing que apresentam dados mais específicos. Ela representa o número de pessoas que acessaram o seu site e voltaram depois.

As visitas recorrentes são um sinal de que a primeira impressão foi boa e despertou o desejo de novas visitas. Esse desejo pode ser medido com base nas principais ações feitas por esses visitantes, deixando claro qual linha deve ser seguida.

Essa métrica é ótima para quem trabalha com a produção de conteúdo e precisa medir como o público está reagindo a ele, podendo assim qualificar a geração de leads e manter o que está funcionando.

Bounce rate

Bounce rate é uma expressão em inglês que significa taxa de rejeição. Na prática, representa a porcentagem de visitantes que acessou uma determinada página do seu site (blog, por exemplo) e logo saiu, interrompendo a navegação. Isso representa uma rejeição.

Uma ferramenta tradicional que ajuda a medir o bounce rate é o Google Analytics. Vale frisar que a taxa de rejeição não é a mesma coisa que a taxa de saída. A rejeição ocorre quando é acessada uma única página do site, enquanto a saída representa o número de pessoas que abandonam o site independentemente do número de páginas visitadas.

Taxa de conversão do funil

A escolha das métricas está amplamente ligada à estratégia de marketing definida pela empresa e aos objetivos que ela pretende alcançar. Mas uma das métricas de marketing mais completas é a taxa de conversão do funil.

Tendo o funil de vendas como base, é possível avaliar a eficiência de cada etapa dele. Por meio dessa tática, consegue-se analisar em qual parte do funil reside o maior número de problemas, podendo-se, dessa forma, criar ações para melhorar a conversão.

Como a venda depende do sucesso da conversão em todas as etapas do funil, medir a taxa de conversão de todas elas ajuda a fazer um diagnóstico mais preciso e a colher melhores resultados.

Uma dica de como fazer esse acompanhamento é manter um registro do número de pessoas que evoluíram de fase, ou seja, passaram para a etapa seguinte do funil e quais os principais motivos que as levaram a isso.

Compreender as métricas de marketing mais importantes é fundamental para quem deseja criar ações mais completas — com crescimento escalável dos resultados — e, principalmente, entender o porquê de eles estarem acontecendo.

Falando em ações de marketing, como vão as suas? Que tal contar com a nossa ajuda para melhorar os resultados delas? Entre em contato conosco e conte mais sobre o seu projeto!