Saiba o que é SEO e o que ele pode fazer pela sua empresa

Por Luiz Fernando, | Categoria: Desenvolvimento, Marketing Digital

Você sabe o que é SEO? Se você costuma ler artigos e textos sobre marketing digital e estratégias online, já deve ter notado que esse é um termo bem recorrente. Mas, a pergunta que fica é: o que exatamente ele pode fazer pelo seu negócio?

Pensando nisso, no post de hoje, você vai aprender um pouco mais sobre o conceito de SEO e entender quais são as melhores estratégias para colocá-lo em prática na sua empresa e potencializar seus resultados.  Então, continue a leitura e confira!

O que é SEO?

SEO é uma sigla que vem do termo Search Engine Optimization — em português, otimização para mecanismos de busca. Basicamente, SEO é um conjunto de técnicas envolvendo várias áreas (de design até programação, passando por redação) que visam garantir a otimização de um site, uma página ou um blog durante o processo de pesquisa na Internet.

Para entender o que é SEO, precisamos entender o que são engines de busca. A engine de busca mais famosa do mundo é o Google, responsável pela vasta maioria do direcionamento de tráfego na web. Basicamente, qualquer site pode ser alcançado por meio do Google.

No entanto, para conseguir atingir todos esses sites e entregar o melhor resultado para seus usuários, o Google utiliza um algoritmo muito eficiente, que leva em conta vários fatores antes de elaborar sua lista de resultados.

SEO é, portanto, a otimização desses fatores buscados pelas engines de busca para que o site da sua empresa possa ter uma melhor posição nas pesquisas realizadas por lá.

Como o SEO afeta a sua empresa?

Toda companhia que investe em Inbound Marketing precisa de um funil de vendas bem estabelecido. Um funil de vendas, por sua vez, precisa de visitantes como combustível. Afinal, não importa se você tem uma Ferrari ou um calhambeque velho na garagem: sem combustível, nenhum deles vai sair do lugar.

Analogias à parte, a verdade sobre o mercado digital é que os visitantes só entrarão no seu funil se eles encontrarem seu site no Google. Para que isso aconteça, no entanto, é preciso otimizar sua página a fim de conquistar posições cada vez melhores nas engines de busca, destacando-se da concorrência.

Quais são as boas práticas de SEO para o seu site?

Programação limpa e organizada

Uma das melhores práticas de SEO que uma página pode ter é uma programação limpa e organizada por trás da sua interface. As engines de busca entendem os sites pela codificação deles. Assim, quanto melhor e mais simples for seu código, mais fácil será para sua página ser encontrada no Google.

Trabalho cuidadoso com as palavras-chave

Quando um usuário do Google faz uma pesquisa, ele digita uma palavra-chave. O Google então percorre a Internet para encontrar os melhores resultados de acordo com aquele termo.

Parte do SEO envolve um trabalho cuidadoso de produção de conteúdo para que seu site seja encontrado mais facilmente. Entre as principais táticas de como trabalhar uma palavra-chave nas publicações do seu blog, por exemplo, podemos destacar:

  • insira a palavra-chave, pelo menos, no título, no primeiro parágrafo do texto e em um intertítulo;
  • não lote o texto com a mesma palavra-chave para não ser taxado como SPAM;
  • insira a palavra-chave nas descrições das imagens do artigo;
  • escreva posts com mais de 500 palavras;
  • seja útil e produza um conteúdo de muita qualidade.

Site leve

Ao elaborar os resultados das pesquisas, outro fator levado em conta pelas engines de busca é o tempo de carregamento de cada página. Se o site demorar demais para carregar, significa que a experiência do usuário não será muito boa, portanto o Google e outras engines não darão prioridade para a sua página.

Design responsivo

Hoje em dia, as pessoas não usam mais a Internet apenas em seus computadores, mas também, e principalmente, em smartphones, tablets e, até mesmo, TVs ou relógios. Cada dispositivo desses tem uma tela diferente, o que pode causar problemas com a exibição do site. Utilizar um design responsivo, porém, muda esse cenário.

Design responsivo é um design que se adapta automaticamente para cada tipo de dispositivo possível. O Google percebe se o site possui um design desses e dá mais valor quando a busca é feita por dispositivos móveis.

Considerando que o número de acessos por esses tipos de aparelhos é cada vez maior, é natural que o citado mecanismo de busca dê prioridade para quem proporciona essa experiência aos seus usuários.

Como se posicionar bem no Google?

As boas práticas citadas acima já são um grande passo para ganhar posições no ranqueamento do Google. Contudo, para alcançar o topo, é preciso ir além. Todos os conceitos estão interligados em um só: proporcionar a melhor experiência possível para os visitantes.

Dentre os fatores que favorecem um bom ranqueamento, podemos citar:

  • autoridade da página;
  • autoridade do domínio;
  • certificado SSL e HTPS;
  • disposição do conteúdo.

Também é válido ressaltar alguns aspectos que pioram o ranqueamento, tais como:

  • conteúdo duplicado;
  • erros de HTML;
  • erros ortográficos;
  • links quebrados;
  • páginas inativas;
  • backlinks de má qualidade;
  • pop-ups.

Qual a diferença entre SEO on-page e SEO off-page?

Na busca por entender o que é SEO, é necessário também compreender a diferença existente entre duas classificações: SEO on-page e SEO off-page.

Em termos gerais, o SEO on-page é toda estratégia utilizada pelo site a fim de otimizar o conteúdo e favorecer a experiência do usuário. Nesse contexto, podemos destacar os títulos e os intertítulos, a meta descrição e as URL’s amigáveis.

Já o SEO off-page refere-se a links colocados em outros sites que direcionam para a sua página. Ao contar com esse tipo de recurso, além de influenciar positivamente os mecanismos de busca (desde que sejam links de boa qualidade), potencializam-se as chances de mais pessoas terem acesso ao seu site.

Assim sendo, para tirar proveito dessa estratégia, é importante firmar parcerias, utilizar as redes sociais e fazer comentários relevantes em outros sites.

Como funcionam as penalizações do Google?

Infelizmente, como em boa parte das situações cotidianas, existem formas de burlar o ranqueamento do Google. Essa prática é conhecida como Black Hat SEO, que é caracterizado pelo uso de algumas técnicas que permitem “enganar” as ferramentas que fazem o ranqueamento, alcançando, assim, posições melhores com menos esforço.

Algumas dessas táticas — as quais você deve ter muito cuidado para não utilizar a fim de evitar ser penalizado! — são conteúdo oculto, camuflagem de páginas, criação de redes de sites que direcionam para a página principal e blog spam (especialmente via comentários irrelevantes).

O Google está sempre atento a esse tipo de prática e penalizando os responsáveis. Tudo isso devido ao fato de que a plataforma dispõe de um certo código de conduta que busca manter uma concorrência leal e com um conjunto de regras a serem seguidas.

As penalizações acontecem de duas formas: manual e automática. Na primeira, o responsável será avisado sobre a penalização e terá os motivos que levaram a ela explicados e detalhados.

Na segunda, a penalização é aplicada pelo buscador sem aviso prévio e/ou maiores explicações. Normalmente, isso acontece quando há o uso de técnicas muito agressivas de SEO ou recorrência na violação das regras.  Uma boa maneira de descobrir se está de acordo com as métricas de SEO é utilizar ferramentas como Google Analytics e o Google Webmaster Tools.

Então, com essas dicas, agora ficou mais fácil entender o que é SEO e como ele pode ajudar a sua empresa, não é mesmo? Por isso, não deixe de investir nesse recurso fantástico.

Curtiu nossas dicas? Para receber outras tão bacanas como essas diretamente no seu e-mail, assine nossa newsletter e não perca nossas atualizações!