Conheça o poder do neuromarketing aplicado ao web design

Por Riven Melito, | Categoria: Desenvolvimento, Marketing Digital

Conheça o poder do neuromarketing aplicado ao web design

O neuromarketing é uma área do marketing que busca entender o que leva os consumidores a realizarem certas ações e os detalhes que permeiam o seu comportamento.

Para isso, mescla conceitos de psicologia, marketing, neurociência, entre outros. Ele é muito importante na busca por resultados melhores e por entender mais verdadeiramente os motivos que levaram à conversão.

Em relação ao webdesign, o neuromarketing ajuda a aumentar as taxas de conversão e o número de visitantes que tomam as ações propostas pelo conteúdo do site.

Confira abaixo algumas dicas de como usar o neuromarketing para criar uma experiência melhor na sua página.

UX e UI

Apesar de serem termos com escrita parecida e muitas vezes confundidos, esses dois conceitos são bem diferentes. O UX está relacionado à experiência do usuário e às suas reações, enquanto o UI mostra os caminhos que levaram o visitante a alcançar essa experiência.

O neuromarketing ajuda a construir um caminho mais sólido para o UI e gera uma experiência mais completa no UX.

Conceitos de aplicação

Agora que você sabe o que é neuromarketing e sua importância para gerar uma experiência melhor ao usuário, vamos apresentar algumas dicas de como aplicá-lo em conceitos clássicos e modernos do webdesign.

Espaços

Os espaços ajudam a quebrar a leitura, separar o conteúdo e trazer uma sensação mais prazerosa. Isso é fundamental no neuromarketing, já que apresenta a capacidade de oferecer uma experiência melhor.

Além disso, o seu uso é variável. Pode se usar apenas em uma parte específica do site, por exemplo. Os testes ajudam a encontrar a melhor maneira de utilizá-los.

Minimalismo

O minimalismo é um conceito moderno de webdesign e ajuda a expor o conteúdo de forma otimizada. A sua relação com o neuromaketing está no fato de que a objetividade é um fator muito valorizado pelos usuários, afinal eles buscam entender do que se trata aquele site o mais rápido possível.

A partir disso, eles tomam a decisão de continuar a navegação ou não, além de tomar alguma ação proposta pelo site. Caso ele não entenda isso, a tendência é encerrar a visita e não mais voltar.

Cores

Mais do que uma escolha relacionada à identidade visual, as cores ajudam a despertar sensações. Grandes marcas sabem utilizar bem esse conceito para atrair o público.

No webdesign, a mesma coisa acontece, a escolha das cores e o alinhamento com a sua proposta são capazes de gerar melhores resultados.

Por isso, é necessário fazer um estudo e verificar as cores que mais têm a ver com o seu negócio e que possam rapidamente despertar a sensação desejada no público.

Fontes de Letras

Assim como as cores, as fontes ajudam a despertar sensações. Como existem milhares delas, é preciso entender como trabalhar em favor do seu negócio.

Uma dica para isso é se basear na sua persona. Se for um perfil mais conservador, uma fonte tradicional tende a funcionar melhor. Se for um público mais descolado, uma fonte diferenciada pode ser mais útil.

Escaneabilidade

A escaneabilidade é fundamental em qualquer tipo de site. Blog, site corporativo, e-commerce, seja qual for a escolha, esse conceito de webdesign ajuda a gerar uma experiência mais qualificada.

Aplicando alguns conceitos já citados como o uso correto dos espaços, cores e fontes, a escaneabilidade usa todos os elementos possíveis para facilitar a leitura.

Em termos de neuromarketing, ela ajuda a entender o comportamento do seu usuário. Um site com uma boa escaneabilidade certamente vai apresentar métricas como maior tempo de navegação e visitas recorrentes.

Aplicar o neuromarketing no seu webdesign é mais do que se alinhar a uma tendência moderna, essa escolha traz uma vantagem competitiva e contribui para aumentar os seus resultados.

Quer ter acesso a outras dicas bacanas como essas? Então assine a nossa newsletter e receba-as diretamente no seu e-mail!