Landing page: tudo o que você precisa saber para captar mais leads

Por Andrei W. Müller, | Categoria: Marketing Digital

Landing page: tudo o que você precisa saber para captar mais leads

A página principal de um site já não é a única forma de fazer com que o usuário entre em contato com um produto ou serviço. Uma landing page pode ter a mesma quantidade de acessos do que a homepage ou até mais. Por isso, uma página bem construída pode ajudar a captar mais leads e aumentar a taxa de conversão.

A landing page é uma das principais formas de captar mais leads e ajudá-los a continuar ao longo do funil de marketing, pois é uma página feita para dar destaque ao formulário de conversão, sem muitos elementos para não distrair o usuário da oferta principal. 

Nem todos os visitantes chegam até o seu site por meio da página inicial pois, quando o usuário faz uma busca no Google, por exemplo, o buscador pode enviá-lo para a página específica do conteúdo. Assim, dependendo da estratégia de marketing do seu produto ou serviço, essa página pode ser uma landing page voltada à conversão.

Essa ferramenta é muito utilizada pois pode ser construída de diversas formas, dependendo do objetivo e do produto ou serviço que está sendo oferecido.

Dessa forma, a landing page é criada para fazer com que o usuário realize uma ação, geralmente preencher um formulário em troca de algum material, como e-books, infográficos, planilhas ou outros conteúdos. Com isso, você tem mais informações sobre o seu potencial cliente e ele tem acesso ao material desejado.

Por serem bastante específicas e voltadas à conversão, essas páginas são compostas apenas pelos elementos essenciais para incentivar o usuário à ação, ou seja, o formulário com as informações indispensáveis, um call to action (CTA) e uma breve explicação sobre o material e suas vantagens. Cada página será diferente, de acordo com o que é oferecido, mas é preciso tomar cuidado para não afastar o lead.

Lembre-se que o visitante tem um curto período de atenção, então é importante criar uma página curta e direta. Um formulário muito extenso ou uma grande quantidade de texto antes do botão com o CTA podem fazer com que o visitante desista antes de passar para a próxima etapa do funil.

Em uma estratégia de Inbound Marketing, geralmente a landing page oferece um conteúdo em troca de informações do lead, mas a página também pode conter a conclusão da compra, uma oferta especial ou outra ação para nutrir o lead.

Por que criar uma landing page?

A landing page é muito utilizada no Marketing de Conteúdo, já que oferece diversas possibilidades e pode ser adaptada de acordo com o planejamento de cada empresa. Para garantir sua eficácia, é essencial entender as necessidades do público, como você pode gerar valor para ele e saber o que realmente funciona para o seu funil de vendas.

Por exemplo, se você tem um site que recebe milhares de visitas mas a taxa de vendas é baixa, provavelmente sua estratégia para incentivar as pessoas a continuarem os próximos passos em direção à compra não está funcionando. Nesse sentido, uma landing page bem estruturada e com um conteúdo de valor direcionado ao seu público pode ser uma forma de aumentar a conversão.

Leads são oportunidades de negócio para a empresa, por isso é tão importante conquistá-los. Apenas um número grande de visitas não irá fazer seu negócio crescer, é preciso continuar trabalhando para que eles se interessem cada vez mais pelo seu produto ou serviço.

Para isso, é preciso ter informações como nome e e-mail do seu potencial cliente para  entender exatamente quem são as pessoas interessadas na sua empresa, se elas têm o perfil do seu cliente ideal e, com isso, começar a construir um relacionamento mais próximo do seu lead. 

Outra vantagem dessa ferramenta é ajudar a equipe de vendas a ter informações das pessoas que já estão mais próximas da compra. Dessa forma, a conversão em páginas específicas é uma das estratégias mais usadas para encaminhar os visitantes ao próximo nível do funil. 

Além de captar mais leads, a landing page também ajuda a segmentar melhor os seus contatos de acordo com os dados que serão pedidos na página. Se você vende mais de um produto ou serviço, por exemplo, é possível saber exatamente quem está interagindo com a sua marca e entender melhor o público e o que ele procura.

Esse recurso também facilita seu lead scoring, ou seja, ajuda a priorizar os leads que têm maior potencial de compra. Assim, você facilita o trabalho das equipes de marketing e de vendas, que podem construir um histórico dos contatos com informações relevantes para a construção do funil de vendas.

As informações sobre os potenciais clientes são importantes para munir a equipe de vendas e aumentar as chances de conversão. A landing page, portanto, é uma opção barata e eficiente para gerar oportunidades de negócio.

Com uma boa estratégia de divulgação, você pode conseguir informações úteis de um público que já demonstrou interesse pelo seu produto ou serviço. Assim, é possível economizar horas de ligações e entrevistas, pois as pessoas fornecem seus dados em troca de um conteúdo que consideram relevante.

Como captar mais leads?

Como nós já dissemos, a landing page é focada em conversão, portanto deve ser simples, direta e convidativa para incentivar o interesse do usuário. É importante ressaltar que não existe uma fórmula para aumentar a conversão – tudo depende da estrutura da página e do público que você deseja atingir.

Para garantir os melhores resultados da landing page, é possível criar duas opções e utilizar testes A/B para entender qual das possibilidades gerou mais conversões. A partir disso, você descobre o que funciona melhor para o seu público e pode usar essas informações como base para ações futuras.

Estes testes são fáceis de serem executados por ferramentas de automação, que também facilitam a mensuração dos resultados.

Ao criar uma landing page é importante ter em mente que o conteúdo e o design devem estar alinhados para compor uma página objetiva e sem distrações, já que é voltada para conversão. O ideal é que o usuário entenda rapidamente do que se trata a proposta, quais as vantagens oferecidas e como pode adquirir seu produto ou serviço.

A principal regra para a landing page captar mais leads é ser direta ao ponto e evitar distrações ao usuário. A página deve ser pensada em sua totalidade, mas existem alguns elementos essenciais para ajudar na conversão: 

  • Título

O título é o primeiro elemento que um potencial cliente irá ver na sua página, então é preciso captar a atenção para que ele continue lendo e clique no botão. O ideal é criar um título claro, chamativo e que deixe claro qual é a sua oferta, seja e-book, newsletter, consultoria, orçamento, webinar ou outros. 

Lembre-se que, ao chegar à sua página, o usuário tem poucos segundos para decidir clicar no botão ou sair da sua landing page, por isso é preciso conquistá-lo com poucas palavras. 

  • Descrição

Como a landing page é mais voltada para o formulário e o botão de ação, o conteúdo deve ser curto e direto. Assim, dependendo do público e da estratégia escolhida, nem sempre a descrição é utilizada.

Ao incluir uma descrição do conteúdo, procure ser objetivo e mostrar para o usuário o que é a oferta, para quem é indicada e qual o valor gerado para quem converter. Dessa forma, é possível utilizar o texto em conjunto com elementos como ícones, bullet points e outras formas mais visuais de transmitir a mensagem.

  • Call to action – CTA

Um dos principais elementos da landing page, o call to action, ou CTA, é o botão ou texto que convida o usuário a realizar uma ação. Geralmente é uma frase curta e no imperativo, como “baixe agora”, “receba o conteúdo completo”, “faça um orçamento” ou “agende sua consultoria”, por exemplo.

Assim, se o título e a descrição realmente despertarem o desejo do usuário, é preciso deixar claro o que ele pode fazer na página e o que irá acontecer a partir disso. As chamadas do CTA são fundamentais para a efetividade da sua landing page, portanto vale a pena testar formatos diferentes até encontrar a melhor solução.

Além disso, a maioria das chamadas fica dentro de um botão, o que facilita o reconhecimento do público e torna a ação mais clara do que um simples “clique aqui”.

  • Conteúdos visuais

Da mesma forma que o conteúdo e a descrição da landing page ajudam o usuário a entender facilmente o que está sendo oferecido, os elementos visuais também ajudam a deixar a página mais atrativa e captar mais leads. Porém, é importante priorizar a simplicidade e não utilizar conteúdos visuais em excesso.

Assim, utilizar o logo da sua marca, uma foto atrativa ou um vídeo que explique o produto de forma clara e didática aumentam as chances de conversão da landing page, de acordo com o perfil do seu público.

Lembre-se que os elementos visuais devem contribuir para a estratégia sem distrair o usuário. O mais indicado é manter a landing page com um layout limpo e voltado para a conversão.

  • Formulário

A maioria das páginas são feitas para oferecer um conteúdo em troca de informações e continuar conduzindo o lead ao longo do funil até se tornar um cliente. Por isso, o formulário é um dos elementos mais importantes, já que é por meio dele que a conversão será realizada.

Da mesma forma que a página deve ser simples e objetiva, o formulário deve solicitar apenas os dados necessários para não afastar o cliente em potencial. Na maioria dos casos, nome e e-mail são suficientes para ajudar a sua equipe de vendas a entrar em contato e se aproximar do lead.

Assim, evite pedir números de documentos e solicite o telefone apenas se for entrar em contato com o usuário por este meio. Se você incluir muitos campos de preenchimento, principalmente com informações desnecessárias, aumentam as chances de o usuário sair da página sem realizar a ação até o final.

  • Oferta

Não adianta ter uma landing page atrativa sem oferecer um bom conteúdo para o seu potencial cliente. Para isso, é importante conhecer o público e entender como você pode gerar valor para ele.

Lembre-se que o usuário irá fornecer informações pessoais em troca da oferta, que deve ser um conteúdo aprofundado que ele não encontraria em outro lugar. Os conteúdos de fundo de funil, por exemplo, são mais específicos e direcionados aos usuários com maior conhecimento sobre o assunto.

É importante deixar claro na página qual a vantagem que o usuário terá ao preencher o formulário, que pode incluir descontos, bônus e outros benefícios.

Dicas para captar mais leads

A landing page é uma das formas mais comuns de captar mais leads qualificados e que já demonstraram interesse no seu produto ou serviço. Também é importante garantir que a página seja construída para que o usuário realize a conversão da forma mais fácil possível.

Confira algumas dicas para aumentar a taxa de conversão da sua landing page:

  • Pesquise como outras empresas estão fazendo suas páginas;
  • Teste os elementos para entender o que funciona para o seu público;
  • Utilize técnicas de SEO e palavras-chave para ajudar no ranqueamento;
  • Crie páginas mobile friendly, pois muitas pessoas consomem conteúdo pelo celular;
  • Deixe espaços em branco e use cores que facilitem a leitura;
  • Inclua depoimentos e opiniões de clientes.

Esses fatores devem estar alinhados à estratégia de marketing criada para o seu produto ou serviço e definidas de acordo com o público. Após a criação da landing page, é importante divulgá-la nas redes sociais, em e-mails marketing segmentados, no blog da sua empresa e em outros canais.

Este tipo de página pode ser usado com diversas finalidades para aprimorar sua estratégia de Marketing de Conteúdo, gerar novas oportunidades e captar mais leads. Porém, para que funcione da melhor forma possível é importante levar em consideração as necessidades da sua persona e como a sua empresa pode gerar valor a ela.

A partir dessas informações é possível criar uma landing page personalizada e oferecer diversos conteúdos para captar mais leads e aumentar sua taxa de conversão. Para saber mais sobre como o Inbound Marketing pode ajudar sua empresa, agende uma consultoria gratuita conosco.